2 0 1 6 in review

















































2016 foi um ano atípico para muita gente, para mim inclusive.

Senti muitas vezes que estava a bordo de uma montanha russa. Ora estava em cima, ora em baixo, ou a fazer um loop.

Tal como se calhar alguns de vocês, perdi grandes referências musicais e fiquei triste, como se tivesse perdido um membro da minha família.

Foi um ano de muitos projetos aqui no blog. De grandes parcerias com marcas que sempre quis trabalhar. Senti-me com tanta sorte, que achei que a única forma de retribuir essa sorte seria com muito trabalho e dado sempre o meu melhor.

Ao fim de 5 anos e meio de blog, foi o primeiro ano em que este que foi um hobby no início, se transformou num trabalho a sério.

É só mais uma confirmação de que, por mais difíceis ou impossíveis que sejam os nossos sonhos, por mais que nos digam que não vamos conseguir, nunca, mas nunca devemos deixar de acreditar...

Para 2017 já tenho agendados alguns projetos, que terei todo o gosto de partilhar em breve com vocês, que para mim são como amigos.

Votos de mais um ano cheio de coisas boas e de muita força para conseguirem lidar com as menos boas.

Do fundo do coração, um muito obrigado por estarem aí. Sem vocês nada disso seria possível.


________________________________________________________________


2016 was an atypical year for many people, including myself.

I often felt that I was aboard a roller coaster. I was up, down, or looping.

Like some of you, I lost a lot of musical references and I was sad, like I lost a member of my family.

It was a year of many projects here on the blog. Great partnerships with brands that always wanted to work. I felt so lucky that I thought that the only way to return that luck would be with hard work and always given my best.

After five and a half years of blogging, it was the first year that this was a hobby at the beginning, it turned into a serious job.

It's just another confirmation that, however difficult or impossible our dreams are, no matter how much they tell us we can not, never, but we must never stop believing ...

By 2017 I have already scheduled some projects, which I will be happy to share with you soon, which for me are as friends.

Votes for another year filled with good things and a lot of strength to be able to deal with the less good ones.

From the bottom of my heart, thank you very much for being there. Without you none of this would be possible.



Paulo.


Share:

0 comentários

Thank you!