O Asiático by Kiko Martins





Há muito tempo que tinha curiosidade em ir ao Asiático, do que tenho lido, um dos restaurantes onde o Chef Kiko Martins mais investiu.

O espaço é espantoso. Com uma decoração cheia de pormenores que remetem à Ásia, num estilo moderno e amplo mas, ainda assim, acolhedor.

A carta é simples. Dividindo-se entre pratos frios e quentes.

Fomos informados que o ideal para duas pessoas seriam 3 pratos.

Primeiro o couvert (cobrado individualmente). A já conhecida manteiga de kimchi com o já conhecido flatbread (do restaurante Poke, também de Kiko), ambos muito bons, a gema curada com gel de soja e bons paparis.

Optámos por Nigiris de Carapau (carapau, suspiro, soja e alga nori), Spring Rolls de Tártaro de atum (atum, espadarte, wasabi, ponzu e algas) – ambos pratos frios.

Seguiu-se um “Yakitori” de polvo agridoce (polvo com sweet chilli, puré de castanha e miso e pak choi) – um prato quente.

Para terminar, houve ainda espaço para a sobremesa. Um bolo de chocolate negro e wasabi, creme de yuzu e frutos vermelhos.

Em resumo. Não é fácil avaliar O Asiático. Os pratos não são maus, no entanto, também não são fantásticos, nem tão pouco incríveis.

O projeto do restaurante é ambicioso e sério na escolha dos produtos, mas fica um pouco na tentativa. Não se baseia na autenticidade da verdadeira cozinha asiática, nem é suficientemente arrojado para o restaurante de vanguarda que procura ser.

Acabei por sair desiludido.


O espaço sim, merece umas honrosas 5 estrelas.


*Este post não é patrocinado*










Share:

0 comentários

Thank you!