Louis Vuitton - Mensware Fall 2018



Ontem, 18 de janeiro, Kim Jones (designer de mensware desde 2011 na Louis Vuitton), apresentou a sua última coleção para a marca.

Jones, na minha opinião, fez um excelente trabalho para a Louis Vuitton, colocando em destaque, entre outras, a parceria com a Supreme, que aproximou a maison de avultados preços a uma marca de streetwear idolatrada pelos millennials.

A saída do diretor criativo foi amigável, segundo o mesmo.

Embora  não tendo dado pistas de para onde irá a seguir, as apostas centram-se sobretudo nas casas Versace ou Burberry.

Desenvolvimento que decerto será conhecido muito em breve.

A Louis Vuitton tem no seu ADN uma herança relacionada com as viagens, ou não tivesse a marca começado com malas de viagem, e Jones conseguiu piscar o olho a uma geração que valoriza acima de tudo fazer em detrimento de ter.

A sua coleção final centrou-se sobretudo nesse tema. A liberdade de fazer! De estar ao ar livre (apesar de se estar a usar umas botas de caminhada ultra caras), ou uma mala Louis Vuitton equipada com um rolo/ manta com o monograma pendurado na mesma.

Outra das surpresas do desfile, foi o juntar de uma dupla icónica: Kate Moss e Naomi Campbell.

Ambas as supermodelos apareceram juntas na passerelle pela primeira vez num show de mensware da Louis Vuitton.

Cada uma usou um trenchcoat com o monograma da maison e botas de caminhada.

Um aspeto curioso é que Kim Jones na sua passagem como designer de mensware da marca, nunca tinha mostrado um modelo feminino nos seus desfiles.

Segundo os rumores que se vão lendo na Internet, Jones provavelmente assumirá o papel de destaque como designer de ambas as coleções de homem e mulher na próxima casa em que trabalhará.

Aguardo com curiosidade o que vai acontecer num futuro próximo.

Como peça simbólica desta coleção, a minha escolha vai para a a camisola onde se pode ler “Peace and Love”. Penso que fecha em grande esta passagem do criador por esta grande casa de moda.

________________________________________


Yesterday, January 18, Kim Jones (menswear designer since 2011 in Louis Vuitton), presented his latest collection for the brand.

Jones, in my opinion, did a great job for Louis Vuitton, highlighting, among others, the partnership with Supreme, which brought the high-priced maison to a streetwear brand idolized by millennials.

The creative director's departure was friendly, according to him.

While not having given clues as to where to go next, the stakes are centered mostly on the Versace or Burberry.

Development that will certainly be known very soon.

Louis Vuitton has a travel-related inheritance in its DNA, or it did not have the brand started with suitcases, and Jones managed to blink the eye at a generation that values ​​above all doing at the expense of having.

His final collection focused mainly on this theme. The freedom to do! From being outdoors (despite wearing ultra-expensive hiking boots), or a Louis Vuitton suitcase equipped with a monogrammed roller / blanket hanging from it.

Another of the surprises of the show, was the join of an iconic pair: Kate Moss and Naomi Campbell.

Both supermodels appeared together on the runway for the first time in a Louis Vuitton menswear show.

Each wore a trenchcoat with the monogram of the mason and hiking boots.

One curious aspect is that Kim Jones in his stint as a menswear designer of the brand, had never shown a female model in his shows.

According to the rumors that are being read on the Internet, Jones will likely take on the prominent role as designer of both man and woman collections in the next house he will work in.

I look forward with curiosity to what will happen in the near future.

As a symbolic piece of this collection, my choice goes to the sweater where you can read "Peace and Love". I think it closes perfectly this creator's passage through this house.















Share:

0 comentários

Thank you!